domingo, 17 de junho de 2018

COPA DO MUNDO 2018 - caindo na real


   
                                             Woody Woodpecker em seu habitat

    Estou aqui a torcer para que Tite se liberte de Neymar Jr.
    É que esse negócio de família, hodiernamente, tem hierarquia invertida, e o papai é refém do filhinho caçula. Faz tempo que nossa seleção está atrelada à felicidade do camisa 10. Na era Pelé, nunca foi assim, e sei que não preciso nada explicar.
    Talvez o lucro do empate de hoje seja a alforria do Tite, se ele souber aproveitar a oportunidade. É coisa de se esfregar as mãos. Nem que o rapazinho troque o aplique dourado por um outro de trancinhas azuis, conseguirá jogar. bem a próxima partida: não tem condições físicas nem psicológicas adequadas, tá no ritmo do poquer e do nheco-nheco.
    A partida de hoje teve, ou tem, esse condão: definir o time de verdade para a Copa. A família trouxe até aqui o Renato Augusto, o Fred e o Neymar Jr. Fosse apenas um selecionado, estariam fora, em favor de outros em melhores condições físicas e técnicas. Quem? Ora, o Luan e o Arthur, do Grêmio, por exemplo, e o Douglas Costa.
    Torço para que contra a Costa Rica, Neymar Jr fique no banco e o Brasil comece com Casemiro e Paulinho, William flutuando no meio, e Coutinho, Firmino e Douglas Costa enchendo o balaio dos centralinos. Com Fernandinho entrando no segundo tempo, caso a CRica incomode, no lugar de Douglas Costa, liberando Paulinho para suas infiltrações mortais. 
    Não vou perder meu tempo, mas contem os ataques brasileiros perdidos pelas tentativas individuais, personalistas, marketeiras do sr. Neymar Jr, em jogadas que só acrescentariam algo de positivo a ele mesmo, caso dessem certo, e tudo de negativo ao selecionado canarinho. 
    Na minha distante infância, convivi com um "dono da bola". Não há nada mais repulsivo (e coisa diversa não consigo dizer).
     Aproveite a chance, Tite!  Caia na real!

2 comentários:

Família Lordelo disse...

Show de bola Carlão. Dando um banho em Casagrande!!! Parabéns! E fora Neymar!!!

Victor Seabra disse...

Essa realidade aí tá é difícil. Kkkkkk