Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






sexta-feira, 21 de agosto de 2015

ODE AO VASCO III

Prossegue a dança dos técnicos,
enquanto a rede balança.

Que saudade tenho do Vasco um a zero,
até mesmo do Vasco zero a zero.
Do time retrancado,
do atacante solitário
mas atrevido.
Andrada, Fidélis, Miguel, Moisés
e Alfinete..
Alcir e Buglê,
Carvoeiro, Dinamite, Zanata e Gilson Nunes.
Uns e outros se revezando nas botinadas,
e nas defesas e golaços espetaculares.
Marco Antônio, Ramon, Mazzaropi, Valfrido,
qualquer um seguia o ritmo do jogo
duramente disputado.
Que saudade que eu tenho
do time fechado, ranheta,
que a todos irritava,
mas que no final levantava a taça.

E segue o Vasco campeão carioca
também na Copa do Brasil.

Nenhum comentário: