Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






domingo, 7 de junho de 2015

MESSI X PELÉ



O PVC escreveu que seria preciso argumentar muito numa comparação que fizesse de Messi melhor que Pelé. Penso que por mais que se argumente tal ponto não se alcançará jamais. Isso porque não é possível comparar dois jogadores, pessoas distintas, formas diferentes de atuar, de bater na bola, de correr com ela, cabecear, de participar do coletivo do seu time e do seu selecionado.
 
Daí que só é possível comparar carreiras. E a de Messi não está concluída. E mesmo conclusa, o que não está muito distante, comportará mais uma Copa do Mundo, não dá pra Messi superar Pelé.
 
Pelé tanto fez por si mesmo, seus 1.272 gols, quanto fez por seu time, o Santos, títulos estaduais, nacionais e mundiais, e por sua seleção, nesse ponto insuperável, com três títulos mundiais em quatro disputados.
 
Messi tem feito muito por si mesmo e pelo Barça, mas é insuficiente na comparação. Messi jamais chegará aos 1.000 gols, embora seja possível defender que seus gols, pelo grau de dificuldade das competições e adversários, valham por dois dos de Pelé  -  mas aqui sempre ficará uma questão incontornável, a do tempo em que atuaram, das condições de jogo que apontam ser muito mais difícil jogar contra o Botafogo de Ribeirão Preto, nos anos 1960, que contra um Getafe atualmente. E o Barcelona de Messi é uma seleção mundial, não dá para comparar com o grande Santos, que foi vário na Era Pelé, que jogou com Pagão, Coutinho, Almir, Toninho Guerreiro, Cláudio Adão e tantos outros centroavantes.
 
E por sua seleção, Messi nada fez de expressivo em três Copas do Mundo. Pode ser que vença a próxima, mas... aí Inês é morta.
 
Resta, por fim, a magia. Nesse quesito, Messi pode superar, sim, Pelé. Mas por um detalhe tecnológico: assistimos ao vivo cada passe, cada jogada, cada gol de Messi. De Pelé, temos alguns registros em p&b de jogadas e gols. Pelé é história.  Messi está presente em nosso cotidiano de espectador, ainda produz sua magia a cada fim de semana, e é magia das grandes.
 
Ou seja, essa é uma disputa em que ganhamos nós, os que amamos a beleza do futebol.
 

Nenhum comentário: