Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






domingo, 24 de maio de 2015

BRASILEIRÃO 2015 (4)


O Vasco segue invicto na competição. E segue invictor também, ou seja, sem vitória alguma. Três empates, um gol marcado, outro sofrido. Quem consegue ter desempenho igual? Ninguém. E a pior de todas as coisas: o chefão, do gabinete/camarote assistindo a partida sozinho, fumando seu charuto, ostentando suspensórios, mergulhado na solidão dos canalhas, como se fosse o que realmente é - um poderoso chefão. Dá uma sensação de náusea insuportável. Dá para entender por que os atacantes perdem gols debaixo da trave.
 
O Sport lidera o campeonato com 7 pontos, por saldo de gols. Mas poderia estar com 9 pontos, se não tivesse sido garfado pela calhordice flamenguista no domingo passado. Lembrei de um lance parecido em um campeonato europeu, alemão se não me falha a memória, em que na saída da bola o time beneficiado deixou que o adversário marcasse um gol sem oferecer resistência. Mas não era Brasil, não era Flamengo, e fim.
 
E o Cruzeiro, que segue bombando na Libertadores, marcou seu primeiro ponto, deixando o último posto. Segue na zona de rebaixamento, junto com o Flamengo. Isso não quer dizer nada para o Cruzeiro, pois é só colocar o time principal em campo que os pontos começam a jorrar. Já para o Flamengo, parece que desta vez vai, com Luxemburgo e tudo mais. Se Deus for Deus, assim será, amém.
 
O Brasileirão 2015 só vai começar, de verdade, depois da Copa América. Quem for mais esperto chegará lá com pontos na sacola. Quem bobear, não vai conseguir se recuperar adiante, isso já foi exaustivamente provado em campeonatos anteriores. Ainda não adquirimos a cultura dos pontos corridos. Brasileiros, deixamos para depois o que deveria ter sido feito antes da competição. Tem time ainda em pré-temporada, pensando contratações, trocando de técnico, procurando patrocinador.
 
E o chefão lá de cima, lembram?, garante que o Vasco será campeão. De quê não se sabe. E não é bom perguntar.
 

Nenhum comentário: