Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






sábado, 12 de julho de 2014

WC'14 (9)

Um jogo que nem deveria acontecer, para Van Gaal. No que eu concordo: é uma partida de altíssimo risco para a seleção brasileira.

Luciano do Vale morreu antes da Copa. Osmar Santos morreu quando a Copa se arrasta em seu final. Pelo meio do caminho, outros ficaram: Maurício Torres, o Casal 20 do Flu, Di Stefano, o torcedor que infartou na partida contra o Chile, dois jornalistas argentinos, duas pessoas na queda do viaduto em Belo Horizonte. A morte não permite a ninguém o esquecimento.

Depois da tempestade, a tormenta. Sai Felipão, entra Tite. Felipão não sai mais: continua seu belo trabalho. Marin sai da peruca-moita ditatorial para abobrinhas. Del Nero se adianta com outras manifestações imperiais; o vice-presidente, também. O empresário de Neymar parte para ofensas. Deve vir um técnico estrangeiro? Passarella, Guardiola, Mourinho?

Cegos no tiroteio. E assim entraremos em campo hoje. Sai Fred, Hulk e Bernard; entram Jô, William e Paulinho. Fala-se em honra. Resgatam-se antigos duelos. É, uma partida de altíssimo risco.

Nenhum comentário: