Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






quinta-feira, 3 de julho de 2014

WC'14 (3)


Bélgica x Estados Unidos pelo rádio do carro, emissora de Feira de Santana "e região":

"Lá vai a seleção da Bélgica no ataque... parou, fintou, a bola sai pela linha de lado, lateral para os belgas... a seleção da Bélgica segue no ataque, chegou na linha de fundo, cruzou... corta a defesa americana!..."

E assim sempre.

Até que o locutor sabia o nome dos goleiros: Courtois era "Curtuá", mas Howard saía "Rôude". E Rôude foi gritado muitas vezes, defendeu demais.

Uma experiência inesquecível, aqueles trechos de narração quase indeterminada dentro de um programa de merchandising, isso que se tornou a transmissão futebolística pelo rádio.



Nenhum comentário: