Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






sexta-feira, 25 de julho de 2014

RESCALDO DA COPA (3)

MICAÇOS:

Péricles, no centro do Itaquerão, cantando o hino na abertura da Copa sem som no microfone.

Cláudia Leite na boquinha da garrafa.

Jogadores croatas a tomar banho nus na piscina do hotel.

Torcedores chilenos invadindo o Maraca e caindo direto no centro de imprensa.

O soco do assessor de imprensa no jogador chileno.

A mordida.

O choro no meio da batalha.

Os dólares cheirados pelos ganeses.

A camisa de Neymar, como se fosse o último vestígio de um herói desaparecido.

A máfia de cambistas oficiais desbaratada pela polícia carioca.

A goleada atribuída a um apagão.

A carta de D. Lúcia colhida na parreira das almas.

O ânus aberto do Mascherano.

O choro no apagar das luzes, e mais choro.

Os gols perdidos por Higuaín e Palácios na final.

A estatística brandida por Felipão "fomos bem".

Bem, admitamos, o forçado hino a capela.

Nenhum comentário: