Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






quinta-feira, 8 de agosto de 2013

CAMPEONATO BRASILEIRO (5)


A saga continua: o Vasco deixa de vencer mais uma partida tomando gol no final. Impressionante, supera qualquer expectativa para o limite da estupidez coletiva. Próximo capítulo repetirá o padrão: faz um gol, recua, até tomar o empate (ou mesmo perder). O torcedor, eu, consegue fazer pior ainda: continua torcedor.

A boa fase do Botafogo fez desaparecer um dos melhores centroavantes jovens do país: Bruno Mendes. 

O Bahia continua produzindo novidades incríveis. Agora traz William Barbio. Talvez aqui a água de coco e o arrocha façam do Barbio um atacante eficaz. 

Bernard foi, enfim, não se sabe se para melhor. A coisa anda tão estranha que, mal chegou a notícia da transação, embargaram preventivamente 40 milhões no Banco Central para pagamentos de dívidas do Atlético Mineiro.

Nenhum clube disparou na liderança do Brasileirão. Isso é bom, aproxima-se do padrão pontos corridos. Times nivelados em medianidade, com picos de grandeza. Na 12a rodada, dois artilheiros chegam a 8 gols. Tudo meio compactado. 

Ninguém pede para o técnico do Goiás sacar o Válter do time. Nem mesmo a imprensa vigilante. Ninguém bota apelidos jocosos no rapaz, ninguém faz piada com seu corpanzil. Zagueiros perdem o sono antes e o fôlego depois. E o Válter segue fazendo a redenção dos gordinhos. E gols.


Nenhum comentário: