Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






domingo, 30 de junho de 2013

COPA DAS CONFEDERAÇÕES (7)


Acabou.
E ganhamos.
Escrevi no post (5), quando cravei 3x0 pros galegos:
Uma vitória brasileira domingo exigiria um futebol de marcação precisa e constante, como fez o Uruguai hoje, e um ataque infalível e veloz, o que não tivemos hoje. Tudo certo pra nós, tudo errado pra eles. Coisa raríssima de acontecer.
Pois aconteceu. Acertei o placar, mas errei de seleção: deu pardos na cabeça.
E minha seleção da Copa ficou assim: Júlio César; Daniel Alves, Sérgio Ramos, David Luiz e Alba; Paulinho, Xavi, Pirlo e Iniesta; Fred e Neymar.
Cavani estava na minha seleção até a final ter início. O Candreva me impressionou bastante e o Buffon apenas se redimiu de falhas fundamentais. O Marcelo jogou muito, mas é um lateral com deficiências notórias de marcação; já o Thiago Silva teve uma atuação normal, quase burocrática. 
Dizem que o ganhador da Copa das Confederações não vence o Mundial seguinte. Vamos ver se quebramos essa regra ano que vem.
Fred deveria ser o artilheiro solitário da Copa, pois os gols de Torres contra o Taiti têm peso 1/2, pois não?
Fora Marin!

Nenhum comentário: