Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






domingo, 21 de agosto de 2011

OSCAR, O CRAQUE

Antes que os imbecis lancem mão, como já o fizeram indicando Henrique, aponto o craque do Mundial Sub 20 encerrado hoje em Bogotá - ou ontem, sei lá - com o Brasil campeão: OSCAR. Faz tempo que não via um jogador de futebol atuar de forma tão completa: defendendo, armando e atacando. Este foi Oscar, em todas as partidas do Brasil no Mundial Sub 20 da Colombia. Três gols em um só partida final de Mundial. Quem fez isso? OSCAR!!!! Portugal foi um adversário inesperado. Mas tem um bom jogador, o Nelson Oliveira. E é só, ou foi só. Oscar foi suficiente para trazer o título para o Brasil. E o Mano convocou o Danilo... ora, ora.... Em 2014, o brilho será de Oscar, de Dudu, de Dedé. E o resto é farofa assoprada pela imprensa. BRASIL É PENTA, PORRA!!!!! CB. depois de vinhos e cervejas e gritos solitários de "campeão, porra!!!!".

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

ALEMANHA 3 x 2 BRASIL

  1. MANO, O INAMOVÍVEL - Surpreende a todos a inamovibilidade do treinador brasileiro. Insiste em manter os mesmos jogadores até o final da partida, quase sempre. E quando substitui... Parece não acreditar que é possível, sim, alterar o ritmo e a disposição da equipe promovendo alterações. Ou nos jogadores que estão no banco.
  2. RENOVAÇÃO - Não entendo como levar Ralf, 27 anos, pode ser considerado renovação. Mano repete o padrão Dunga: meus amigos, primeiro. Lembrem do André Santos, na lateral, ex-corintiano também, os desastres do time. Fernandinho, quem? Fred, por quê? Luis Gustavo, desde quando? Depois de um ano de testes, o trabalho do Mano não pode ser avaliado para além de pífio.
  3. GANSO - Não pode levar a sério a seleção um treinador que deixa Ganso no banco. Daqui a pouco, Ganso nem mesmo será convocado. Como o Hernanes, que foi deixado de lado por conta de uma falta grosseira que resultou em expulsão. Marcelo, por causa de um pedido de dispensa, também não é mais chamado. E do time do Flamengo, que lidera o campeonato, ninguém é lembrado - e não insinuo aqui o Ronaldinho Gaúcho.
  4. INTERESSE - Pato, depois de sua lua de mel com "La Berlusconi"; Neymar, adoentado; Robinho, em algum lugar do passado; não poderia haver grupinho mais desinteressado em jogar essa partida. Por que insistir tanto nessa formação de ataque? Taí mais uma inamovibilidade manística. Parece mais incapacidade de raciocínio sistêmico. Convoca e escala por conta da imagem do jogador, e vamos ver no que dá.
  5. DUNGA - Este, deve estar às gargalhadas.
  6. SALVAÇÃO - Júlio César, Lúcio e Thiago Silva - a salvação da seleção. E olha que temos perdido tudo. Mas sem eles, amigos, já teríamos alcançado a condição de palhaços do futebol mundial.
  7. FORA MANO! - Sim, me alio à campanha. E que seja logo, a tempo de um novo treinador recomeçar o trabalho em melhor base. Sou mais Joel Santana, com sua prancheta folclórica e linguagem histriônica.