Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






quinta-feira, 30 de junho de 2011

COULIBALY

  1. Esperei para ver no que dava. Fiz certo em esperar. Mas até os 25' do primeiro tempo do jogo contra a França, Coulibaly havia marcado nove gols no Mundial Sub-17. Os nove gols marcados pela Côte D'Ivoire. Nem o mais fantasioso dos jogadores sonharia com um feito desse porte.
  2. Ninguém jamais fez igual ou parecido. Nove gols, todos os gols marcados por uma seleção. Ai veio o Diarrassouba e fez o dele, quebrando a incrível série de Coulibaly.
  3. E ao final a partida, a França tirou os marfinenses do Mundial, num inesperado 3 x 2. E lá se foi o Coulibaly com seus nove gols.
  4. Coulibaly. Um nome forte, sonoro, escorregadio, uma corridinha seguida de uma batida seca, rede, Coulibaly. Impressionante pelo feito, mas apenas um atacante veloz e oportunista.
  5. Costa do Marfim provou, mais uma vez, que a exuberância do futebol africano tem na base mais espalhafato que competitividade.
  6. E Coulibaly? Ainda teremos notícia dele?

O ADEUS DE CONCA

E Conca vai embora, seduzido pela quantidade de zeros oferecida pelo Barcelona chinês, o Guangzhou Evergrande. Para substituí-lo, o Fluminense promete Martinuccio, que igual a Conca só tem mesmo a nacionalidade. Arre!

terça-feira, 28 de junho de 2011

Das leituras diárias de blogues policiais feirenses

I

Jogador de Futebol preso em Feira praticando assaltos

“Policiais do Comando Especial Tático Operacional (CETO), da 65ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) apresentaram segunda-feira (27), na 2ª Delegacia, os jovens Sidney da Silva Ferreira, 25 anos e Éverton Santos da Silva, 21, que estavam com a motocicleta Honda Bros, de placa NTU-5917. Eles foram presos, na rua Amaralina, no bairro Campo do Gado, acusados de cometerem vários assaltos na cidade.

Segundo a polícia, eles são suspeitos de praticar assaltos a pedestres, principalmente do sexo feminino, onde aproveitam e roubam as bolsas e aparelhos celulares, com a dupla, os policiais encontraram um revólver calibre 38, com seis munições intactas. Os dois foram conduzidos para 2ª delegacia, onde foram autuados em flagrante por assalto a mão armada.”

Na delegacia, Everton afirmou que é jogador de futebol do Esporte Clube Feirense”.

FONTE: www.policiaeviola.blogspot.com

Bem que eu disse que a coisa está mesmo feia no futebol feirense...

II

Jogador expulso por usar piercing no pênis.

“Jogos de futebol já foram interrompidos por vários motivos: invasão de torcedor, animais em campo, mas na Austrália, um árbitro paralisou uma partida porque desconfiou que um dos jogadores tivesse um piercing no pênis. O time de Aaron Eccleston, o Old Hill Wanderers, vencia por 3 a 0 quando o jogador recebeu uma bolada nas partes íntimas. O juiz, então, desconfiou do longo atendimento fora do campo e pediu para conferir se havia algo de errado.

Como se recusou a provar que não tinha nenhum piercing, o jogador, que já havia tomado cartão amarelo por voltar ao campo de jogo sem ser autorizado, acabou expulso do jogo.

Após o bizarro episódio, o Old Hill divulgou uma nota elogiando a postura dos envolvidos no caso: ‘O Old Hill Wanderers está convencido de que a conduta do árbitro e do nosso jogador foi razoável e aceita que os dois cartões amarelos dados ao jogador estavam de acordo com as leis do futebol’”.

FONTE: www.fatoconcreto.blogspot.com

Noooooossa... fico me perguntando aqui o que deve ser pior: colocar o piercing , ou o estado em que ele ficou depois da bolada... aiai...

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Santos é Tri, Zé Hate & outros flashes


Neymar é franzino mas não foge das botinadas, se ficar em pé e partir em direção ao gol, é candidato a novo fenômeno. Apesar do choro de ontem, parece ainda jovem demais para ter a noção exata do que vem fazendo em campo. Lembrei de Luxemburgo, que barrou o menino; e de Dunga, o Rancoroso, por não ter levado Neymar e Ganso pra África.

Ganso, mesmo sem ritmo, sempre será Ganso. Seus passes simples e objetivos (desce no campo e tenta fazer o mesmo pra ver se é simples) são um colírio. 

Caio Ribeiro sobre a violência dos uruguaios: "No Flamengo, numa disputa com o Peñarol pela Comenbol, fomos linchados (sic) em campo". Ficou o mistério do comentarista permanecer vivo após o linchamento.

Zé Eduardo chegou ao máximo da indigência futebolística na decisão: perdeu um gol debaixo da trave, sozinho, sem goleiro, sem nada. Ainda tentou justificar: "Eu não esperava a bola". Um atacante que se surpreende com a chegada da bola na pequena área só deve servir mesmo pro Gênova, coitado. Talvez melhore, nunca se sabe, mas não tem DNA de atacante, apenas correria e vontade não é o suficiente. Com mais uma faixa no peito, deve permanecer arrogante como demonstrou ser no episódio do bate-boca com torcedores via twitter.

Muricy desabafou: "Eu merecia esse título". Se a seleção de Mano for um fiasco na Copa América, começarão os rumores para que o discípulo do mestre Telê seja reconduzido ao cargo que. Nem sempre quem perde é derrotado. 

Durval, Edu Dracena e Arouca: impecáveis, mesmo com os pequenos erros.

Parabéns ao Santos pelo Tri merecido e com um jogador a menos: Zé Hate é quase um jogador a mais para o adversário. Final do ano, se tudo der certo, tem a final com o Barça. Só isso.


quinta-feira, 16 de junho de 2011

CORDIALIDADE IDIOTA

  • O Peñarol apresentou reclamação formal contra o Santos. Em especial, contra atitudes de Muricy e as simulações de Neymar. O Peñarol partiu para o ataque. E a melhor defesa é o ataque.
  • E nossa cordialidade idiota retorna pra casa, achando que está em vantagem na disputa da final da Libertadores.
  • Muricy reclamou da arbitragem parcial e canalha do Amarello. Neymar foi agredido pelos jogadores do Peñarol durante toda a partida. Foram pontapés, socos nas costas, tapas no rosto e nas chamadas partes baixas. Só quem não viu foi o Amarello. Que foi logo sacando o cartão para Neymar no começo do jogo. E fazendo ameaças de expulsão ao jogador durante a partida. Deixo claro que prefiro acreditar no que vi na tevê e no que disse Neymar.
  • Como é que o Santos não formaliza reclamação contra aquela arbitragem? Por que é que o Santos não exige arbitragem norte-americana, canadense, australiana, africana (acho que a europeia deve sair caro). Qualquer árbitro que não seja sul-americano. Já escrevi aqui sobre essa praga asquerosa que persegue os times brasileiros na Libertadores. Parcialidade, conivência com a violência, cegueira, e agora ameaças. Como vencer uma Libertadores, assim?
  • A tão propalada cordialidade brasileira é anticidadã, uma postura idiota, no fundo, no fundo, arrogante.
  • Se facilitar, o Peñarol consegue mudar o local do jogo final, punir Muricy e Neymar com o afastamento da partida e escalar um árbitro torcedor aurinegro desde o útero materno.
  • Ah, somos gente boa, somos uns abestados. Tá todo mundo em Santos achando que a Libertadores tá no papo.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

ARUBINHA CAMPEÃO!!!

Bem verdade que o saco de gols do Coritiba não estava vazio. O Vasco não fez como a Alemanha em 54, mas deu pro gasto, ou seja, pro título. Mas o time é fraco. O Costa é brucutu, o Souza é lentão, o Rômulo é comum, e o Felipe não consegue fazer tudo sozinho. Com um meio desse, qualquer time teria muita dificuldade em resolver problemas de condução de bola e contra-ataque. Aqui e ali, sai algo de bom, o que tem sido suficiente até aqui. O Tatu Turbinado meteu a cara no chão várias vezes. Mas fez um gol danado de bonito. Coisas do futebol, diriam os filosófos de botequim. E o Filho do Lela, pai do Yan, lambeu tatuagem e saiu artilheiro. Um jogão, cinco gols, muita adrenalina, lágrimas, desespero, marches e démarches, com a vitória pra um e o título pro outro. O Roberto Dinamite merecia esse título. Pra ninguém mais ter saudades do Outro, o Cujo, o Sem-nome, o Que-é-Rico. O Vasco volta a ser campeão, para desespero da urubuzada. E está na Libertadores do ano que vem. ESTAMOS NA LIBERTADORES DO ANO QUE VEM, PORRA!!