Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






domingo, 21 de novembro de 2010

FAVORITISMO, TALVEZ

Fiz questão de assistir, como na semana passada, aos "melhores momentos" do jogo do Corinthians. E a minha impressão, que persiste desde o início do campeontao, se confirma: a arbitragem sempre dá uma mãozinha ao Volante de Navio, e ainda por cima a imprensa, pois, nos lances dúvidosos a favor do time paulista, raramente os enfatiza, limitando-se a mostrá-los uma única vez ou duas, quando muito. No lance da anulação do gol de Júnior, do Vitória, supostamente em impedimento, os comentários foram lacônicos, e o replay, o pior possível, de um ângulo em que não se pode concluir absolutamente nada. Sendo assim, só me resta afirmar que, mais uma vez, o tal Timão foi favorecido, uma vez que, se não fosse o juiz, tinha saído de Salvador com uma derrota no saco. Quanto ao Vitória, parece abalado pelo êxito do Bahia, que voltou à primeira divisão e merecidamente está de férias há dias, comemorando com seus torcedores a vitoriosa campanha de 2010 na série B. O Vitória não é nem a sombra do time que chegou à final da Copa do Brasil, lutando de igual para igual com o Santos, apesar de todo o poderio deste, àquela altura, com seus "bad boys". É uma pena que, talvez, em 2011, não tenhamos os dois grandes baianos na primeira divisão. Por fim, é uma unanimidade na imprensa a afirmação de que Palmeiras e Guarani vão fazer corpo mole contra o Fluminense, pois não aspiram a mais nada no campeonato; mas Vasco e Goiás, por sua vez, vão endurecer contra o Corinthians, ainda que também não aspirem a mais nada: o primeiro está praticamente garantido na Sul-Americana, e o segundo, rebaixado. Ou eu não sou deste mundo ou a imprensa acha que as pessoas, seus leitores e espectadores diários, são uns imbecis. Não há diferença na tabela: à frente dos dois clubes, e também do Cruzeiro, só há carne morta, excetuando-se talvez o Flamengo, que joga contra o Cruzeiro e que ainda corre leve risco de disputar a segunda divisão em 2011. Mas especulação é uma coisa, e o jogo, outra. Jamais sabemos ao certo o que vai acontecer, mesmo porque há os juízes e os bandeirinhas, e é por isso que a vida é surpreendente. E bela. Um dia após o outro é o bastante para que pulemos do inferno para o céu ou o contrário. Essa ideia de que só o Corinthians tem jogos difíceis, só o Corinthians não é favorecido, só o Corinthians é isso e aquilo... Arre! A imprensa torna-se burra, por não perceber que esta postura parcial tira completamente a credibilidade do campeonato, faz desconfiar o torcedor e só piora o caráter do brasileiro, que já não é dos melhores. Veja-se o comportamento da torcida do São Paulo no jogo contra o Fluminense. Enquanto escrevo este texto, o Vasco, que deve fazer um jogo "duríssimo" contra o Corinthians na próxima rodada, vai tomando 3 x 1 do Cruzeiro. Só no primeiro tempo. Corpo mole? Quem sabe?

Nenhum comentário: