Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






domingo, 29 de agosto de 2010

NO CHÃO

Começou a Copa do Mundo de 2014 na Bahia. Acabaram (às 10:26) de implodir o estádio Octávio Mangabeira, mais conhecido como Estádio da Fonte Nova ou, simplesmente, Fonte Nova; palco da história de vários clubes, e não apenas de Bahia e Vitória, como a imprensa gosta de frisar. Galícia, Leônico, Ypiranga, Catuense, Fluminense de Feira de Santana, Atlético de Alagoinhas e outros marcaram os quase 60 anos do estádio.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

CENA DO CENI

Não pego no pé do Rogério Ceni. Ele é que se entrega a todo tipo de patacoadas, imaginando-se gênio. Desagrada-me goleiro que ajoelha-se para esperar a bola chutada, pelo simples fato de dessa forma se imobiliza, o que não me parece lá muito inteligente. Mas Rogério Ceni acha-se gênio. Irrita-me o golpe de vista, prática antiquada que o goleiro sãopaulino pratica até hoje com toda desenvoltura, por ser um ato de preguiça e de desonestidade para com o time e a torcida - ficar olhando a bola entrar não deve fazer parte do repertório de um bom goleiro. Mas Rogério Ceni acha-se gênio. A pegadinha foi vilanizada pela Fifa, entidade que não preza pela transparência e que não ama o futebol. Muitos craques recorreram à pegadinha para superar a flagrante ilegalidade que os goleiros cometiam ao se adiantarem antes de a bola ser chutada. Rogério Ceni adiantava-se sempre quando defendia e utilizava a paradinha quando cobrava, revoltando-se contra os que faziam o mesmo. Rogério Ceni pode, ela acha-se um gênio. A mais recente cena do Ceni foi retirar do seu próprio time a última chance que tinha para fazer o gol que daria passagem para a final da Libertadores. Foi no último minuto da partida contra o Internacional, na quarta passada. A pretexto de ajudar a sair o gol, Ceni impediu insistentemente o goleiro do Inter de jogar. Atrasou a cobrança e fez falta e a partida acabou e o São Paulo está fora da final. Mas Rogério Ceni acha-se um gênio. Tenho dúvida, agora, se o São Paulo terá em Ceni um bom cartola. Mesmo sendo pessoa mais que qualificada para a cartolagem. É que Rogério Ceni acha-se gênio.