Momento

TORCER PODE RESULTAR EM OBRA DE ARTE (fico devendo a referência)






domingo, 11 de julho de 2010

HOLANDA

Meu palpite vai para a Holanda, campeã. E para Müller, como revelação. Apostei em Schweinsteiger como craque da Copa. O craque da Copa nem sempre sai do time campeão, como foi o caso de Kahn, em 2002, e de Ronaldo, em 1998. Mas do time que ficou em terceiro me parece difícil. E aposto num 0 x 0 para a partida de hoje. Decisão nos pênaltis. Uma boa Copa do Mundo, com alternativas na classificação em cada etapa, sem uma seleção hegemônica, com destaques variados e grandes momentos de emoção nas partidas. Considero o time da Alemanha surpreendente, com uma proposta de jogo ambicionada por Dunga e realizada ocasionalmente pela equipe brasileira. Mas uma seleção, definitivamente, não pode depender de um craque. A ausência de Müller, o segundo passe no contra-ataque, na semifinal, tirou da Alemanha o título. Mas sairá com o melhor ataque da competição, sem ter a melhor defesa (lembram de uma seleção do passado assim?), e, provavelmente, com um dos artilheiros e o craque da Copa, este último com poucas chances. Os africanos precisam de mais leveza e objetividade, como sempre. Ou seja, não evoluíram quase nada nos últimos anos. Quanto ao Brasil, tem o título de 2014 desde já ameaçado. Não me perguntem por quem ou pelo quê.

Nenhum comentário: